Sábado, 7 de Outubro de 2006

Coincidências… ou não?!

É difícil, por vezes, compreender as voltas que a vida dá. Mas quando essas voltas nos mostram que a vida tem outras cores sem ser o cinzento... é uma coincidência... ou não?!
 
Sem mais nem menos, sem esperar, por uma simples coincidência, encontramo-nos a falar e a trocar idéias com uma pessoa que “assumimos” ter certa personalidade e certas características. Talvez porque nunca tomamos tempo para realmente falar com essa pessoa. Talvez porque facilmente tiramos conclusões precipitadas. Talvez porque há muitas coisas “that we take for granted”. Talvez porque interpretamos certas situações e não nos damos ao trabalho de verificar se a nossa interpretação corresponde à realidade. Talvez porque até pensamos que essa pessoa é um pouco “boring”. Talvez porque apenas um “olá”, apenas uma troca rápida de palavras ou, um assunto que é comum e seguro para conversar, seja o suficiente. Talvez porque nunca demonstramos interesse genuíno em conhecer essa pessoa e satisfazemo-nos com algo superficial. Talvez porque somos um pouco egoístas...
 
Mas, de repente, é essa pessoa que faz a diferença num momento essencial da nossa vida. É essa pessoa que, sem saber, nos conta algo que muda completamente a nossa visão sobre o que nos atormenta, sobre o que nos magoa. É essa pessoa que, sem saber, usa as palavras correctas. É essa pessoa que, sem saber, partilha a sua vida, influenciando drasticamente a nossa. É essa pessoa que, sem se aperceber consegue fazer-nos de novo sorrir. É essa pessoa que, sem se aperceber, nos mostra como afinal somos fortes. É essa pessoa que, sem se aperceber, nos mostra o que significa ter coragem.
 
Afinal, temos mais em comum com essa pessoa do que pensávamos... afinal agora queremos conhecer essa pessoa... queremos saber mais... queremos entender certas escolhas... queremos partilhar mais opiniões, queremos trocar mais idéias. Queremos tornar essa coincidência numa realidade, queremos agradecer... Obrigado... Obrigado por ainda existirem pessoas assim...
escrito por JustWords às 00:49
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De name unvailable a 7 de Outubro de 2006 às 11:49
È verdade!!!
Somos tão égocentricos que nem reparamos que existem pessoas maravilhosas à nossa volta! A sorte é que por vezes essas pessoas reparam em nós...

Bom fim de semana!
L.
De JustWords a 10 de Outubro de 2006 às 19:37
É isso mesmo L., seja por coincidência ou não, essas pessoas reparam em nós e conseguem fazer o nosso dia :)

Beijinhos,

De Anónimo a 9 de Outubro de 2006 às 23:36
a questão das coincidências penso que somos nós a tentar etiquetar, mais uma vez, algo que nem sempre sabemos, conseguimos explicar ou perceber a razão do seu acontecimento...mas ok...temos de lhe chamar alguma coisa mesmo...e que seja...

coincidências...

penso de facto e tenho experimentado a sensação ao longo da vida de que as coisas me aconteçem como que na hora certa...determinados factores se conjugam em determinada altura e ...voilá...as coisas ou acontecimentos dão-se...como que por coincidência...dizemos nós...

mas não seremos nós os donos dessas coincidências?
não somos nós que criamos o nosso destino?

De Mybeat a 9 de Outubro de 2006 às 23:37
...o anónimo sou eu...lol
De JustWords a 10 de Outubro de 2006 às 19:47
eheheheh... eu vi logo que eras tu....

Falei em coincidências, não em destino. Penso que em certas coincidências nós não temos "mão". Já sobre o "destino"... nesse assunto sou um "cadito" radical, e concordo plenamente contigo, nós somos donos do nosso destino, nós podemos influênciá-lo e mudá-lo. As nossas decisões não são pre-determinadas, por isso, quando queremos alteramos o rumo do chamado "destino" . Mas digo isto, porque não acredito no destino como pré-determinação. Como já estando "traçado'.
Agora as coincidências... essas existem... lá isso não tenho a menor dúvida.

Beijinho JR :)

De carla m. a 10 de Outubro de 2006 às 17:34
Eu adoro ser surpreendida por uma pessoa assim, mesmo na chamada vida real.
Se é coincidencia ou não, não sei,mas que ha pessoas que entram na nossa vida,quando menos esperamos e até queremos, há.
Jokas grands
Adorei o new look do blog
De JustWords a 10 de Outubro de 2006 às 19:51
E há mesmo Ca, as pessoas que menos esperamos, na maior parte das vezes, são as que conseguem surpreender-nos mais.

Um beijinho para a ti e um muito ternurento para a Irís :)

De maria a 10 de Outubro de 2006 às 18:18
Hã?? Sua sortuda.
Quem é? Quem é?
Tu mereces...se calhar recebeste o q dás.
Fico feliz por ti.
E é verdade, graças a Deus q ainda há algumas pessoas assim...basta estarmos atentos, às vezes temos q parar para ouvir os outros, coisa cada vez mais rara nos dias de hj onde nem tempo para ouvir os nossos pensamentos.
Beijocas,
maria
De JustWords a 10 de Outubro de 2006 às 19:55
Maria linda :)
Penso que sim, que recebi um pouco do que dou... acho que se nos concentrarmos em dar, recebemos também bastante em troca. Por isso esforço-me não só em receber mas ainda mais em dar de mim, sei que na altura certa recebo de volta.

Beijinhos,

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

.palavras recentes

. Tudo tem um final... feli...

. Green Summer!

. Saudades do mar...

. Continuando a caminhar...

. Caminhando!

. Lutando pelos sonhos!

. Mais uma vez...

. Química - Ligação complet...

. Still counting down!

. Química - counting down!

. Caixinha de Papel - Sorri...

. Deambulações!

. Realidade da virtualidade...

. Folha em branco...

. Noite de Fado

.palavras arquivadas

. Fevereiro 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.E-mail

justwords@sapo.pt