Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

Há coisas que...

Sou por regra uma pessoa calma, com muitaaa paciência e bastante equilibrada. Para além disso, penso bastante nos outros e, na maioria das vezes, faço sempre o meu melhor para não magoar ninguém. No entanto há coisas que me irritam profundamente e me conseguem tirar do sério.

Uma delas é o facto das pessoas se preocuparem em demasia com os que os outros pensam das suas acções e decisões. Não uma "preocupação" sadia, uma "preocupação" normal mas, mudarem opções de vida ou decisões importantes, só porque "este ou aquele vão pensar desta ou daquela maneira". Que irritante!!!! Conseguem mesmo tirar-me do sério!!! Afinal vivemos a NOSSA vida ou vivemos dependentes do que os outros pensam da NOSSA vida???? Lógico que temos que tomar decisões em conjunto com aqueles que nos estão mais próximos, mas que tenho eu a ver com o que o "vizinho ou a vizinha" pensa??? Esta típica mentalidade portuguesa ainda me surpreende e, mais surpreendida fico, quando até os mais jovens adoptam esta mentalidade de há uns bons "séculos" atrás. É preciso sermos capazes de crescer interiormente e nos sentirmos responsáveis pelos nossos actos e decisões. Ser capaz de dizer: "Isto sou EU que decido, EU quero fazer isto à MINHA maneira". Se errarmos, se caírmos, somos nós próprios que lidamos com as consequências... só assim a vida muda, toma um rumo diferente. Só assim aprendemos com os nossos erros e não os repetimos. E se, afinal, decidirmos "não ligar" e acabarmos por descobrir que foi a melhor decisão que já alguma vez tomamos? Imaginem que não tinhamos mudado algo só porque estavamos preocupados com a opinião de "alguém"... 

Há muito que me deixei de preocupar desta maneira, apenos tento não magoar os outros. Mas as MINHAS decisões, são exactamente isso...  MINHAS. Quem não estiver de acordo é livre de me dar um conselho, uma palavra de aviso. Irei ouvir com todo o prazer. Agora, preocupar-me com os "falatórios" ou ser influenciada quando me dizem que "as pessoas vão falar", isso nunca... falem o que quiserem, façam os julgamentos que quiserem, sejam coscuvilheiros à vontade mas EU sou EU... Desde que a minha consciência não me acuse, que esteja "em paz" comigo mesma e com as pessoas que mais amo, os outros... bem os outros... "podem ir dar uma volta e ver se eu estou ali na esquina"...

Sei que posso estar a ser dura, sarcástica e até um pouco inflexível. Sei que, possivelmente, espero demais dos outros... mas só espero aquilo que eu também consigo dar... Será que é pedir muito??? Acho que não!!!!

escrito por JustWords às 19:51
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De maria a 13 de Janeiro de 2007 às 15:22
Clap...clap...clap.
Apoio e assino por baixo, até pq se tiveres algumas consequências menos boas das tuas decisões, não são os outros q sofrem por ti.
Fazes mt bem, como dizes a VIDA é tua e é a ti q cabe saber o q melhor te convém.
Beijos,
maria
De JustWords a 20 de Janeiro de 2007 às 20:22
Maria linda :)

Exacto, é essa mesmo a mensagem que queria passar ;)

Beijinhos,

De Cláudia a 13 de Janeiro de 2007 às 18:20
Não, não estas a pedir demais, estás só a pedir o que tens e temos todos direito.
Ninguem é Deus para nos julgar, por isso...
Beijinhos e bom fim de semana
De JustWords a 20 de Janeiro de 2007 às 20:24
Mas as pessoas gostam muito de julgar e de meter-se na vida dos outros infelizmente... não basta os seus problemas ainda querem ter uma "mãozinha" nos problemas dos outros... bahhhhh!!!!

Beijinhos e bom fim de semana :)

De Mybeat a 14 de Janeiro de 2007 às 21:02
hummm...

pois...

de facto...

de vez em qd temos vontade de dar o "grito de ipiranga"...mandar tudo "pro brejo" e quem vier atrás que feche a porta...sei-o muito bem....muito bem mesmo...e levar a nossa vida, as nossas ideias avante, concretizar os nossos ideais...ou lutar por eles...tomar decisões que ninguem obviamente tem a opinar...mas o filha da mãe do mas está lá sempre e grande parte das vezes essas mesmas decisões não são tomadas, não pelo que os outros possam dizer mas por falta de força, falta de convicção, falta de estaleca pra aceitar as consequências eventuais, falta de certezas...a questão daquilo que os outros pensam é mis uma forma de encapotamento desses receios, acho.

Seja como for....que a força esteja contigo..e já agora comigo tb :)

bejufa
De JustWords a 20 de Janeiro de 2007 às 20:29
Pode ser sim JR, acho que em certas situações és capaz de ter razão, talvez usemos o que os outros pensam como desculpa.
No entanto, a preocupação com o que os outros pensam está sempre presente: "já viste foi dizer isto ou aquilo a este ou aquele... e agora o que vão as pessoas pensar? ". E é isto que mais me irrita...

Beijinhos para ti e muita força para avançares....


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

.palavras recentes

. Tudo tem um final... feli...

. Green Summer!

. Saudades do mar...

. Continuando a caminhar...

. Caminhando!

. Lutando pelos sonhos!

. Mais uma vez...

. Química - Ligação complet...

. Still counting down!

. Química - counting down!

. Caixinha de Papel - Sorri...

. Deambulações!

. Realidade da virtualidade...

. Folha em branco...

. Noite de Fado

.palavras arquivadas

. Fevereiro 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.E-mail

justwords@sapo.pt