Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

Just happy !

Há daqueles dias em que nos levantamos de manhã e não estamos mesmo com disposição para nada. Pensamos o que será que me vai acontecer? Não deve ser nada de bom e levamos na expectativa de algo estranho acontecer, a qualquer momento.

Mas... por incrível que seja, um desses dias pode tornar-se um dia bonito e cheio de alegria e esperança, cheio de recompensas, dando-nos um sentimento de sermos úteis e importantes, de fazermos realmente a diferença na vida de alguém.

Quando isso acontece, os olhos brilham, sei que eles brilham, às vezes até sinto o brilho intenso. Sei que eles sorriem para todos aqueles que me rodeiam, sei que demonstram aquilo que de mais bonito e precioso possuo. O meu "amor", o querer dar de mim, o sentir que tudo aquilo pelo qual me esforcei, tudo aquilo pelo qual lutei, tudo aquilo que atingi, teve uma razão de ser, teve um propósito e não foi em vão. É realmente reconhecido, é apreciado.

Esses dias acrescentam mais dias à minha vida, transformam a minha face, colocam um brilho radioso nos meus olhos, colocam um sorriso nos meus lábios, até a minha voz passa a ter uma entoação diferente.

Acabo por perceber que sim, que tenho "algo" que me diferencia, algo de mágico, algo que "atraí" os outros. Mas não é a beleza exterior, não... é a beleza interior, é a personalidade, são as palavras, são os gestos, é o olhar, é a força interior e a coragem. É essencialmente o amor pela vida, e o amor pelos outros, acima de tudo, é o querer sentir-me feliz e querer ter uma pequena participação na felicidade dos outros. Não, agora mais do que nunca sei que não devo mudar, sei que não devo perder estas qualidades, ainda que alguns me digam que devo pensar mais em mim. Prefiro ser assim. Prefiro sentir o brilho dos meus olhos, prefiro sentir a minha face radiante. Prefiro estar alegre e feliz.

Afinal, embora a nossa felicidade nunca seja absoluta, existe sempre algo que desejaríamos e não conseguimos, ainda assim podemos ser felizes. A minha felicidade não é absoluta, mas estes dias, estes instantes, estes momentos, esta alegria, sabe tão mas tão bem. Fazem por momentos esquecer a felicidade absoluta.

Um sorriso de alguém, uma palavra carinhosa, a empatia, o agradecimento, o reconhecimento, um olhar profundo, um gesto banal... tudo... o conjunto... just happy !

escrito por JustWords às 21:40
link do post | favorito
De carla m. a 29 de Setembro de 2006 às 00:34
Mesmo com tanta adversidade na vida,acredito que podemos ter sempre momentos felizes, e por vezes de pessoas que menos esperamos e que nos conseguem aquecer o coração.
Beijos grandes
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

.palavras recentes

. Tudo tem um final... feli...

. Green Summer!

. Saudades do mar...

. Continuando a caminhar...

. Caminhando!

. Lutando pelos sonhos!

. Mais uma vez...

. Química - Ligação complet...

. Still counting down!

. Química - counting down!

. Caixinha de Papel - Sorri...

. Deambulações!

. Realidade da virtualidade...

. Folha em branco...

. Noite de Fado

.palavras arquivadas

. Fevereiro 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.E-mail

justwords@sapo.pt