Sábado, 9 de Junho de 2007

On/Off... Out!

Já o “disse” aqui uma vez. Normalmente sou uma pessoa muito calma, raramente me exalto ou levanto a voz a alguém. Mas há coisas... que enfim...
Na minha profissão contacto com muitas pessoas e, por regra, escrevo e leio sobre essas mesmas pessoas.
 
Excerto:
 
05-06 18h : A senhora X está off....
05-06 21h: A senhora X está on....
06-06 8h: A senhora X está muito off...
06-06 13h: A senhora X está on...
06-06 18h: A senhora X está off...
06-06 21h: A senhora X continua a estar off...
07-06 8h: Eu a ler e a não acreditar...
 
São situações destas que fazem ferver o meu sangue latino... e depois dizem-me que não me conhecem... “Não deves estar bem... aconteceu alguma coisa? Estás com uma expressão e um olhar estranho...”
 
Ainda pior... e depois expludo, ah pois é... Eu ainda tentei dar feedback positivo. Juro que tentei.  Ainda tentei fazer compreender que ao ler aquilo pensei que estavam a falar de uma máquina, de um objecto qualquer com um botão on/off que tinha deixado de funcionar e, ao seu belo prazer ligava-se e desligava-se. Pois qual não foi o meu espanto, ao ouvir a resposta: “Mas a senhora X estava mesmo off... ela não conseguia fazer nada...” Contei até dez... pensei... calma... e voltei a repetir... “Não estás a entender o meu ponto... embora a Senhora X tenha momentos dificeis devido à sua condição fisíca... e nós usemos a expressão momentos off, ou quando ela se sente melhor, dizemos momentos on, não é o mesmo ESCREVER onde todos podem ler que ela ESTÁ on ou off.” Pensei eu que tinha explicado tudo certinho, direitinho, que tinha sido clara desta vez... surprise... surprise... Uma resposta? Não... simplesmente o silêncio... como se eu tivesse a falar chinês. Será? Ainda me perguntei a mim mesma se não teria aprendido a falar línguas de repente e tivesse falado chinês.
 
E pronto, a muito custo, com um nó na garganta e a dizer uns quantos palavrões em português (de qualquer maneira não entendiam lol era o mesmo que chinês) resolvi desistir. Com uma raiva enorme e a deitar fumo pelas orelhas dei de costas e desisti mesmo... coisa rara para mim, mas desta vez não tive mesmo paciência para mais.
 
Afinal, como tratamos os outros? Continuo a achar que devemos fazer aos outros aquilo que queremos que nos façam a nós. Isso significa pensar antes de fazer algo que tem consequências para com os outros... significa acção... significa empatia, a capacidade de nos colocarmos na posição dos outros...
 
Vejam lá que até não sou nada sarcástica, muito menos neste meu cantinho. Mas tinha que “colocar” isto em qualquer lado. Mais que não seja para ficar na história, porque uma “história” destas só mesmo contada. Eu vivi-a e nem queria acreditar...
 
JustWords Off en Out!
 
 
 
 
 
escrito por JustWords às 23:30
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28

.palavras recentes

. Tudo tem um final... feli...

. Green Summer!

. Saudades do mar...

. Continuando a caminhar...

. Caminhando!

. Lutando pelos sonhos!

. Mais uma vez...

. Química - Ligação complet...

. Still counting down!

. Química - counting down!

. Caixinha de Papel - Sorri...

. Deambulações!

. Realidade da virtualidade...

. Folha em branco...

. Noite de Fado

.palavras arquivadas

. Fevereiro 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.E-mail

justwords@sapo.pt